sábado, 8 de agosto de 2009

HOMICÍDIO PARA FICAR COM A HERANÇA

Ese homicídio foi realmente horrível, um casal pobre da favela mataram o amante dela pr ficarem com umcarinho de lanche, uma brasília velha e este barraco que aparece a foto.


HOMICÍDIO POR APEDREJAMENTO

Este homem fo encontrado morto debaixo do viaduto Mario Covas em Cubatão, ele era um morador de rua e teve um desentendimento com outro morador de rua, na dicussão, o outro acertou-lhe uma pedrada na cabeça e depois mais golpes até morte.





HOMICÍDIO É UMA BENÇÃO

A frase acima soa muito estranha e até maquiavélica. Mas depende do contexto...
Este homem da foto ( ou o que sobrou dele) era um viciado, que furtava a casa do pai e infernizava a vida do velho. Bandido de carreira já tinha antecedentes criminais.

Mas quem vive no crime, vive pouco. Certa feita, os desafetos deste criminoso, deram-lhe uma "pá" de tiros como se pode perceber os buracos no corpo, depois o amarraram com cordas e prenderam ferro no seu corpo e o jogaram no mar. Após alguns dias o corpo acabou emergindo, surgindo um cadáver em decomposição e já comido pelo camarões.

As investigações posseguiam para identificar primeiramente a vítima, para falar a verdade, quando a vítima é do meio do crime, a polícia não se empolga a trabalhar na solução do crime. Mas enfim, chegamos ao pai do "Santoro", pois este era o sobrenome da vítima. Quando o pai esteve na delegacia e viu afoto do filho, reconheceu pelas tatuagens no corpo e exclamou:
" GRAÇAS A DEUS ESTE É O MEU FILHO, QUE ALÍVIO, ME LIVREI DESTE MALDITO!!!"

Ao escuta estas palavras,fiquei reflexivo, e pensei o quanto este Santoro deve ter atormentado a vida do pai que entre outras coisas er deficiente físico. Fiquei triste, porque sabia que no fundo o pai estava triste, pois todo o trabalho de uma vida para criar um filho, terminou de forma trâgica.




HOMICÍDIO EM FIM DE FESTA

O Diabo tem marcado muitos encontros com os juvens nos fins de festas. Quando todos já estão "cheios". O rapaz que aparece nas fotos baixo se chama Michel, estava em uma casa noturna bebendo com os amigos, sendo que lá pelas tantas, começou a haver rixas entre jovens de um bairro com jovens de outro bairro.

Na saida, manda o código dos cretinos que o entrevero aumente e alguns deles entraram em luta corporal. Um colega deste jovem sacou uma arma e atirou para cima colocando todos do ouro bando paa correr.

De volta ao seu bairro,este jovens e os sesus colegas ficaram conversando em uma esquina, tirnado " sarro" dos moradores do outro bairro que sairam correndo quando escutaram os disparos. Mas o que estes jovens não esperavam é que os do bairro vizinho se reuniram em dois carros, se armaram com armas de fogo e entraram discretamente no bairro onde o Michel e os seus amigos estavam reunidos na esquna.


Enquanto conversavam não perceberam os carros se aproximarem, então viram pessoas colocando os braços para fora e atirando em direção a "rodinha", Michel foi logo atingido e caiu, enquanto seus amigos corriam para todo lado. Os atiradores vendo que Michel caiu foramaté ele e descarregaram a arma. Michel morreu quase na porta de casa. Uma das primeiras pessoas que veio para socorrer foi o pai do Michel...




HOMICÍDIO SEM SOLUÇÃO

A sequência de 2 fotos abaixo sãode um rapaz com trinta e pouco anos que morreu em um crime emblemático. Trabalhei três anos tentando desvendar quem foi o mandante do crime, ouvi cerca de trinta pessoas, mas o inquérito acabou sendo relatado sem apontar um mandamente apenas suspeitos

A pessoa que o matou, morreu 24 horas depois. O assassino estava em uma festa bebendo, cheirando cocaína e comemorando a morte deste rapaz, a qual ele recebeu quinhentos reais para matá-lo. Como na festa de baile funk ele estava amaeaçando outros paticipantes do mesmo nível do que ele em maldade, umdles sacou uma arma e o executou ali mesmo na porta do local da festa.




HOMICÍDIO RELACIONADO COM O TRÁFICO DE ENTORPECENTE

Este rapaz se chamava Ronaldo, também morador do bairro Jardim Nova República em Cubatão, morreu na mesma época do Clebinho. Era usário de drogas e logo que saiu da cadeia voltou a consumir droga no bairro e para variar, começou comprando droga fiado, se achando o tal começou a querer intimidar o vendedor de drogas, dizendo-se membro do PCC. O pessoa parece que não acreditou... Encheram-lhe de bala até pelos olhos...









As 4 fotos abaixo são do local de homicído do vulgo "CLEBINHO" usuário de entorpecente do bolsão 8 em Cubatão, ele foi assassinado em 2003, se eu nao estiver enganado. Foi morto pelo comando do trâfico de entorpecente do Bolsão 8 (Jardim Nova República). Quem teria matado foi o Anderson da Silva, vulgo GUN", cuja tarefa era executar os "clientes" problemáticos do trâfico.

Clebinho foi assassinado perto do mangue, em um lugar chamado PAVILHÃO, onde os viciados se reuniam para consumir droga.